A Companhia Industrial Aliança Bondespachense (CIAB), empresa tradicional do ramo têxtil localizada no centro-oeste mineiro, mais precisamente na cidade de Bom Despacho, foi inaugurada em 06 de janeiro de 1938, por um grupo de idealistas o qual apostavam no sucesso de uma empresa de tal porte, não somente no sucesso, como também no progresso do município. Nesta mesma época foi adquirida junto à Prefeitura de Bom Despacho a Usina João de Deus e dada concessão para fornecimento de Energia Elétrica ao município através da própria Usina João de Deus, de 1938 a 1940 foram feitas novas instalações onde houve o repotênciação da Usina, a qual passou a fornecer energia elétrica para outros municípios vizinhos a Bom Despacho.           

O fundador idealista e majoritário do empreendimento foi o Coronel Francisco Lopes Cardoso (Chico Pio) que assumiu o cargo de Diretor Presidente, tendo como braço direito e executor do projeto seu genro o Engenheiro Civil, Metalúrgico e Minas, Doutor Fúlvio de Queiroz Cardoso, recém formado pela “Escola de Engenharia de Ouro Preto”. Em 1962 o Cel. Francisco Lopes Cardoso veio a falecer, e por unanimidade foi eleito como Diretor Presidente, Doutor Fúlvio, que com seu brilhantismo atuou como grande administrador e condutor deste empreendimento. Aos poucos foi adquirindo ações de outros sócios, detendo hoje 94%, tornando-se uma empresa basicamente familiar. O seu mandato durou até setembro de 2003, quando veio a falecer, neste período atuou como mentor e consultor de seus filhos, que atualmente assumem cargos de diretores e gerentes dentro da empresa, entre eles estão: Francisco Alexandre Cardoso – Diretor Presidente; José Fúlvio Cardoso – Diretor financeiro; Rodrigo Otávio Cardoso – diretor Comercial; Maria José Cardoso Resende Alves – Gerente administrativo.            

A CIAB, mais conhecida como fabrica de tecidos, atuava na época de sua fundação, em 1938, fabricando fios e tecidos em algodão, até o incêndio em 1973, onde, parte do seu parque industrial foi destruída. De imediato seus diretores restauraram totalmente seu prédio, e máquinas modernas foram adquiridas, direcionando a sua produção apenas para a fiação de algodão abandonando a fabricação de tecidos, produção esta que mantém até os dias de hoje. Hoje a empresa emprega 130 funcionários diretos em 03 turnos e tem uma produção média de 130.000 kg/mês, já nos seus tempos primórdios chegou a empregar até 360 funcionários e ter uma produção 145.000 metros de tecido acabado.

MISSÃO:  “Progredir com responsabilidade, visando a satisfação dos clientes, fornecendo produtos de qualidade e respeitando o ser humano e a natureza".

VISÃO:
 “Ser referência no ramo têxtil de fios de algodão, reconhecida pela excelência dos produtos e serviços oferecidos".

NEGÓCIO:
 “Industrialização e comercialização de fios de algodão".


Fale Conosco Pedidos Novidades CIAB Elétrica Produção Produtos Voltar à página inicial Institucional